terça-feira, abril 21, 2009

Isso não é uma resenha!

Sempre quis fazer resenhas de discos, shows, livros, artes em geral. Mas principalmente discos, pois ouço música o dia todo e ela faz parte da minha vida em todos os aspectos.

Ouço música do exato momento em que acordo até um pouco antes de dormir. Inclusive no trabalho, e nos hobbies e nos bicos. Tudo, música. "Ela é uma cor e um som".

Queria escrever sobre coisas que me tocam de maneira especial e única. Mas como transpor ao papel algo que vai tão fundo? Como dizer em palavras, um sentimento? Ou vários. Como se escreve beleza?

Por essas e outras coisas óbvias, de acreditar realmente na máxima de vida "cada um no seu quadrado", não vou escrever uma resenha sobre meus dois discos favoritos de 2009. Vou simplesmente escrever um texto bem pessoal, como me é familiar, indicando que vocês baixem os discos, ouçam, tirem suas próprias impressões e se gostarem comprem os cds e vão a shows. Já vi ambos ao vivo e recomendo muito!!

Desde março esses dois discos não saem do meu iTunes e do meu meu mp3 player. Um é o novo de Bill Callahan: Sometimes I Wish We Were An Eagle, o outro o novo do Bruno Morais: A Vontade Superstar.



Bill Callahan tem músicas que falam. Falam com timbres, e com palavras. Sutilezas comunicadas com letras poéticas, como a muito não ouvia. Pra ouvir quando estou feliz e quando estou triste também. Baixe aqui.



Bruno Morais, pôxa vida, meu amigo Bruno Morais me enche de orgulho. Já gosto muito desde "Volume Zero" seu primeiro disco. Sou suspeitíssima para falar, amo o ser humano. Mas quem me conhece sabe que não indico nada que não faça realmente jus de indicação. E pode acreditar, o Bruno se superou! Ele conseguiu fazer um disco ainda mais belo que o primeiro. Canções escolhidas a dedo. "Um anel de mares, uma multidão de flores e uma boa nova pra você cantar". Um disco delicioso do começo ao fim. Elegante. E você baixa aqui.

Enjoy it!



[postado originalmente aqui]